Informe-se
Depressão
Dr. João César Mousinho Queiroz
Psicólogo Clinico – Terapeuta Familiar
17 anos ajudando nossa comunidade

O Conselho Episcopal Latino Americano (CELAM) é um Organismo da Igreja Católica, fun-

Em janeiro de 1990, inicie meus trabalhos na comunidade com as famílias envolvidas com álcool, drogas, depressão e gravidez da adolescência. Meu primeiro contato com os adolescentes foi em uma das praças do bairro. E essa aproximação deu-se dentro do Projeto Orientação Vocacional, processo da escolha, para vestibular, curso profissionalizante e concurso público. Quando chovia, parava o grupo. Ou quando a polícia chegava e nos levavam- nos para a delegacia, pois existiam queixas que um psicólogo estava usando drogas com
os adolescentes. E as outras mães dos adolescentes do grupo que nos defendia é justamente ao contrario do Delegado, o Dr. João César, está conscientizando a todos eles a pararem de usar drogas e buscarem uma ocupação no trabalho os nos estudos. Foram os tempos de subi a ladeira carregando o piano. Uma avó que o neto estava no grupo e tinha voltado a estudar, nos convidou para irmos para sua garagem, a casa dela ficava no final da Av: Santa Catarina perto da Washington Luís. Lá ficamos vários anos. Quando ficou sabendo do nosso trabalho, a psicóloga Tereza Martinho, que Deus a tenha, que foi uma das mentoras da psicologia junto a nossa paróquia.
Convidou-me a participar da Pastoral da Saúde. Lembro-me da minha primeira reunião, nossa coordenadora Dona Ana, sentei-me entre Dona Azul e a Janete, não lembro do ano, mas o nosso padre era Pe. Amaro. Nossa igreja era muito pequena, daí Dona Ana e outros membros da pastoral, visitavam os enfermos, preenchia as fixas e me passavam, eu ia atendê-los em sua casas. Foi quando a pastoral percebeu que estava aumentando muito os casos de famílias com depressivos e dependentes químicos, e por sugestão de Dona Ana, apoiada por Dona Azul , Tereza e Janete, deveriam ir falar com o padre para que pudéssemos atender em terapia individuais casos que poderiam vir a te a paróquia. Com a chegada do Padre Osvaldo José, Dona Ana falou com ele, de pronto me chamou e quis saber como seria os atendimentos, sigilo, ética e o que eu precisaria, sai da reunião com autorização de atender na sala dele. Quando falei no CRP que tinha um espaço na minha comunidade pra efetivar meus trabalhos filantrópicos para famílias carentes, Foi uma festa. Daí, com as bênçãos de Jesus e de Santa Catarina, a coisa fluíram E em 98, o então presidente do Centro Social da Vila
Santa Catarina registrou como psicólogo da comunidade.

Próxima