Informe-se
Depressão

Crack e Cocaína


A cocaína depois da maconha é a droga mais usada entre os jovens de 12 a 25 anos em nosso país e com um índice elevado em outras nações.

Os povos andinos já conhecem a cocaína há muitos anos, é usada seus agricultores para aliviar os efeitos causados pelo ar rarefeito mas altitudes que moram.

A cocaína inibe a reabsorção dos neurotransmissores norepinefrina, serotonina e dopamina, prolongando e intensificando os efeitos desses neurotrasmissores no sistema nervoso central . Ela inibe outros neurotransmissores o efeito é um aumento da vivacidade e dos movimentos, os pensamentos alterados e a supressão do apetite.

Acelera o ritmo e a potência da função cardíaca, pelo aumento da norepinefrina na corrente sanguínea que
afeta o funcionamento normal do coração. Há uma contração dos vasos sanguíneos, um aumento da pressão arterial e consequente aumentos dos riscos de ataques cardíacos,derrames, e perdas irreparáveis nos sistemas cerebrais: psicoses, alterações no comportamento que geram grandes conflitos familiares e sociais.